Busca
                                                   Home  |  Fale Conosco 
» Canais

 

 

 

 

 

Notícias - Pacaembu

Atualizado em 08-03-2018 as 12:58:59

JustiƧa indefere pedido de afastamento do prefeito Maciel Corpa do cargo


O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) ingressou no Poder Judiciário da Comarca de Pacaembu com uma Ação Civil de Improbidade Administrativa, de danos ao erário, proposta pelo contra o prefeito de Pacaembu Maciel do Carmo Colpas e seu irmão Mair do Carmo Colpas.
 
A denúncia acusa o prefeito e seu irmão de usarem equipamentos da frota municipal (máquina escavadeira e caminhões), e funcionários da Prefeitura de Pacaembu, para realização de obra em propriedade particular, atribuída ao prefeito, localizada em Flórida Paulista, o que teria ocorrido em dezembro de 2016.
 
De acordo com a denúncia, o Ministério Público calcula que o prejuízo foi de R$ 163.044,80, com o uso de veículos, maquinas e funcionários, onde é solicitada ainda uma multa civil no valor de R$ 482.672,50, sendo três vezes o valor do suposto dano ao herário e ainda uma multa no valor de R$ 100 mil.
 
Desta forma na petição protocolada o Ministério Público pediu a indisponibilidade dos bens do prefeito Maciel Corpa e do seu irmão Mair Corpa, até o valor de R$ 756 mil.
 
Ainda o Ministério Público solicitou o afastamento imediato do prefeito Maciel Corpa da função de prefeito de Pacaembu.
 
Após analisar a documentação apresentada, a juíza da Comarca de Pacaembu Dra. Luciana Amstalden Bertoncini, aceitou parcialmente o pedido do Ministério Público e decretou a indisponibilidade dos bens do prefeito Maciel Corpa e de seu irmão Mair até o valor de R$ 163.044,80.
 
Já quanto ao pedido de afastamento do prefeito Maciel Corpa das funções, a juíza em sua decisão destacou que não foi apresentado qualquer indícios de interferência do chefe do executivo pacaembuense de modo a prejudicar a instrução do processo, sendo portanto, indeferido o pedido do Ministério Publico. Assim o prefeito Maciel Corpa continua no cargo, e desta forma poderá responder o referido processo dentro de suas funções como chefe do executivo.
 
PREFEITO SE MANIFESTA
O prefeito Maciel Corpa emitiu nota sobre o assunto, onde manifesta tranquilidade em relação ao caso, destaca que não cometeu nenhum ato ímprobo e confia na imparcialidade do Poder Judiciário. Ao final, reitera estar à disposição e manifesta ter respeito e zelo pela população de Pacaembu.Confira:
 
“No intuito de prestar esclarecimentos à população de Pacaembu quero esclarecer que estou tranquilo em relação aos fatos publicados, pois tenho plena convicção que não cometi nenhum ato ímprobo. Afirmo que tenho plena convicção na imparcialidade da Justiça que com certeza saberá conduzir com retidão e dentro dos ditames legais. Quero dizer que estou à disposição não só das autoridades, assim como de toda a população de Pacaembu pela qual tenho respeito e zelo”, destacou o prefeito Maciel Corpa.
 
Ainda o prefeito Maciel Corpa fez questão de agradecer o grande número de manifestações de apoio e carinho, recebido nos últimos dias em razão da denúncia apresentada pelo Ministério Publico. “Agradeço de coração a todos pelo carinho e apoio, bem como pelas orações, são manifestações assim que nos dão força para continuar trabalhando pela população pacaembuense”, finalizou o prefeito Maciel Corpa.
 
 




Últimas notícias

Desenvolvido por - Evolução Web - www.evolucaoweb.com.br
© Copyright - FOLHA REGIONAL - PORTAL DE PACAEMBU - Todos os direitos reservados